Quem nada na filosofia?

Quadro negro escrito a giz, yes, no, igual à life.

Nessa última quinta-feira, 15 de novembro, foi o Dia Mundial da Filosofia.

Instituído pela UNESCO desde 2005, esse dia tem com o objetivo de desenvolver o pensamento crítico e a capacidade de refletir para que se haja sociedades livres e plurais.

A filosofia é um saber abrangente que estuda os grandes temas da humanidade. É uma das primeiras disciplinas a serem banidas do currículo escolar nos governos ditatoriais.

Embora muitos pensem que a filosofia é abstrata, difícil e ideológica, quem entra a fundo nas suas investigações procuram elaborar conceitos lógicos e racionais para o desenvolvimento humano.

O profissional bacharelado dessa área pode trabalhar em consultorias empresariais, crítico de arte, produzir e editar textos reflexivos, assessoria política, conduzir palestras e debates, atuar na filosofia clínica (atendimento terapêutico), etc.

Ainda assim, quem não sabe nadar e quer fica na superfície recebem muitos benefícios do banho filosófico. Até mesmo aqueles que nem entram na água, mas ficam ali na borda apreciando o fluxo do filosofar são beneficiados. Não que ela seja uma água santa, ela é o movimento no ser.

Apesar deu ter licenciatura em Filosofia, ou seja, posso ser professora no Ensino médio, não sei muito sobre esse assunto. Sei apenas o suficiente para saber da importância da ética e da beleza na sociedade.

Quem tem acesso e se predispõe a entender esse tipo de informação, agrega em si novas visões do que é valor e do que é o poder de escolha.

Aristóteles dividiu o conhecimento humano em três divisões. (Imagem Wikipédia)

Acredito que o ser humano começa a se transformar quando dá abertura para pensar e debater assuntos que não são só os seus “velhos conhecidos”. Quando saí da zona de conforto e se depara com o outro e reconhece que tudo faz parte do todo.

Assim, percebe as dualidades, mas, não deixa que tais diferenças prejudiquem o contexto maior – a existência humana.

Imagine um pilar, sua função é segurar os esforços diagonais e transferi-los para fundação. Sem fazer os cálculos estruturais, sem pensar, não há como saber se a altura do pilar suportará o peso da fraca fundação…

Por fim, para produzirem seu próprio pensar, quero dividir com vocês essa reportagem que diz que a

filosofia pode ser a profissão do futuro, do caderno Emprego e Carreiras, de UOL Economia.

Os filósofos ajudariam na programação de máquinas inteligentes, principalmente aquelas que, no futuro, precisem lidar com “dilemas morais“.

Yuval Noah Harari, historiador, autor do best-seller autor do livro Sapiens – Uma Breve História da Humanidade.

Também sugiro essa palestra do Canal Nova Acrópole, com o professor Luis Carlos Marques Fonseca. O vídeo têm duração de uma hora, quem não tiver tempo ou paciência para escutar, sugiro que escutem ao menos os 5 últimos minutos.

Um mergulho na filosofia aprimora o respirar.

Boa semana que se aproxima,

Cristileine Leão🙋🏽‍♀️

Por que devemos acreditar na humanidade?

Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional

22 comentários

        1. Resumiu bem…
          a área de humanas me encanta, confesso que agora leio bem mais à respeito, no ensino público esse não era o foco quando eu era estudante, parece que hoje também não. Formam legiões de operários, depois dizem “vamos automatizar”.

          Curtido por 2 pessoas

  1. Apesar de na minha casa de solteira ter livros de filosofia, só vim realmente conhecê-la já na faculdade e fazendo engenharia. Eu só tirava a nota máxima. Modéstia a parte, eu conseguia fazer belas provas.rsrs Os meus colegas vinham ter comigo e perguntar como eu podia gostar “daquilo”.
    Nunca mais li sobre o assunto, mas sinto que tornei-me uma pessoa mais atenta e crítica.
    Eu não sabia do dia seu dia. Fui pesquisar a pouco e vi que a data varia no mês de novembro.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Oi ML, não sabia da variação do dia, que bom que nos disse. O que importa mesmo é levar esse debate ao contexto social.
      Olha, eu já não posso falar o mesmo das minhas matérias de exatas como economia por exemplo😬
      Boa semana!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Todos que já se aventuraram a trabalhar diretamente com filosofia no Ensino Médio ou Fundamental, ou mesmo,a abordá-la transversalmente, sabe que ela provoca ao mesmo tempo um misto de perplexidade com admiração e temor… é uma caraga horária ínfima, em geral com muitas turmas, que mal dá para o professor se preparar adequadamente… eu faço isto há 17 anos e sei o tamanho do desafio… mas, continuo a remar por estas águas… mesmo que não consiga saí da superfície…

    Curtido por 1 pessoa

    1. Por fazer alguém emergir nessas águas é um ganho imenso. Imagino que já fez muitos. Parabéns e gratidão!
      Mas, bem sei da condição dos professores, quase uma missão mais por devoção do que por dinheiro, mas, precisamos dos dois na mesma medida… Há desigualdades inexplicáveis.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Apenas para você ter uma ideia… nem falo da escola pública em que trabalho. Falo da particular que é uma escola de excelência, para níveis brasileiros. Por semana são: 5 aulas de matemática. 4 de física. 4 de Química e 1 de filosofia… a disparidade é astronômica…

        Curtir

          1. Inclusive a filosofia que se trabalha tem vistas ao ENEM, senão, sequer colocariam esta aula semanal… com o próximo governo querendo cercear a escola, a coisa pode piorar…

            Curtido por 1 pessoa

  3. a luta do engessamento do celebro. (plano 2 ) bitolancia… é continua, imensuravelmente… triste realidade! meu mundo não me cabe…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s