Olhar


Olho no horizonte
Olho furado
Olhos nos olhos

Há olhar

Nas leituras precisas

Àquelas grávidas da verdade

Que nos penetram a alma

Fecundam a equidade

Tão eterna e vibrante

Nos rostos dos que buscam

A paz

No livro da vida

Ser livre

É nascer todo dia

No meio da parição

O Olhar

É feto com afeto

Saído à luz


Fotografias de obras expostas no Museu Städel em Frankfurt, ambas de artistas alemães, pinturas feitas respectivamente em 1966 e 2017.

Na primeira percebi uma realidade distorcida, uma cegueira tocada por uma mão universal. Na segunda um olhar misterioso acima da linha do horizonte, me lembrou a música Pavão Misterioso, composição Ednardo, abaixo na voz de Ney Matogrosso.

Você, o que vê?

“eles são muitos mas não podem voar”

4 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s