O que é normal?

Amados leitores, esses dias sumi por motivos de força maior, a qual vou lhes contar como medida preventiva.

Estou com Covid desde a semana passada, o que na atualidade está sendo “normal“, apesar de ter tomado todas as doses da vacina e ser cautelosa nos cuidados, entrei para a estatística.

Os sintomas não foram leves, como acham por aí para quem é vacinado. Senti dor na barriga, costas, garganta, nariz, ouvidos, cabeça, fadiga. Tudo junto e misturado.

Quarta-feira à noite tomava um chá de camomila, quando a minha glote fechou, senti algo entalado na garganta e o ar não descia, cai no chão e comecei à tossir, quando vejo cada tosse saia acompanhada de sangue; vendo o desespero de minha filha, fechei a boca e o sangue saia pelo nariz.

Eu pedia desculpas por ela estar vendo aquela cena e tentava não tossir mais. Ela não conseguia falar com o pai dela e me perguntava para quem ligar. Não sei, não sei, respondi. Ela conseguiu falar com ele, fomos para o hospital na ala especial de Covid, o sangramento já tinha estabilizado, não havia mais leitos disponíveis.

Fomos para outro, o Hospital do Espírito Santo (Heiligen Geist) me recebeu. O Espírito Santo está por todo lado. Amém!Enfim, passei duas noites lá, fui super bem atendida. Tenho muito o que agradecer!

O que me estranhou é que eles não dão remédios mais fortes, reclamei da dor de garganta o tempo todo, deram só o paracetamol. Quando questionei, disseram que preciso deixar o corpo reagir.

Em compensação fizeram exames de todo e qualquer tipo: raio x do pulmão, ultrassom da barriga e coração, exames de sangue variados (tiraram na orelha, na palma da mão, no punho, no antebraço). Também recebi oxigênio. Os médicos e enfermeiros foram bem pacientes comigo que falo pouco a língua deles.

Do meu lado estava internada uma senhora da Iugoslávia de 66 anos, o sintoma dela foi pressão altíssima que tirou ela do prumo, me falou que achava que fosse a morte. Ela mora na Alemanha há 20 anos, veio para cá com a família fugindo das complicações políticas. Disse-me que é engenheira têxtil, mas que chegou aqui sem falar e arrumou emprego de auxiliar de limpeza onde está até hoje. Segundo ela está bem satisfeita porque paga as contas dela, está com a família e já se comunica bem.

Também teve maior paciência comigo para estabelecermos uma comunicação. Eu também com ela, pois, ela era fumante e quando dava a crise de abstinência ia para a janela fumar escondida e contava com o meu silêncio.

Aí fiquei pensando como que mesmo uma breve amizade de hospital faz a gente entrar em pacto de silêncio mesmo se colocando em risco. Só mesmo a confiança e o amor podem explicar pequenas e grandes auto transgressões…

Escutei os médicos comentando que eu não deveria estar lá, que os leitos eram prioridades de quem estava com falta de ar. Para mim disseram que é “normal” expelir sangue pela boca em caso de infecção e que o Coronavírus é uma grande infecção no corpo todo. No laudo médico está escrito hemoptise e dispneia.

Chamei o Táxi Covid, são veículos especialmente preparados para receber os infectados pagos pelo convênio médico. No caminho vim observando como a cidade de Frankfurt é bonita!

Então, atentei que a grande maioria das pessoas estão andando sem máscaras. Fiquei estarrecida, dava vontade de sair do carro e dizer usem máscaras, por favor, a pandemia não acabou só estão divulgando menos, só estão tentando “normalizar”.

Os leitos dos hospitais continuam lotados, pessoas continuam morrendo por causa desse vírus, nunca sabemos como nosso vai reagir, o risco de reinfecção é real.

Já que não deu para falar isso para eles, venho contar para vocês. Risos.

Estou bem, agora só a garganta e nariz doem, e espero que em breve meu exame dê negativo para voltar a vida “normal”.

A saúde é como uma pomba branca voando sobre nossas cabeças, podemos nem percebe-lá, mas quando estamos sem, vemos a real importância da vida.

Cuidem-se.

Dica: cante Primavera para você mesmo! Agora tenho uma nova meta ir no show dela: Flávia Wenceslau.

17 comentários

  1. Quanto a esta honrada mensagem sua, a respeito desta patologia que não brinca em serviço, eu sempre disse que ela é democrática, isto porque não se refreia perante Nada e Ninguém (um ex presidente da França, por exemplo, Valéry Giscard d’Estaing foi uma de suas muitíssimas vítimas, já passadas de sete milhões (e tantas outras vítimas mundo afora, sem a força de um informe tão generoso e ao mesmo tempo profundo).

    Há dezesseis meses não desprezo a máscara e o gel, tenho já a 4a. dose – quarta – e me dei a 3, trës PCR (estes, sem obrigatoriedade), todos limpos, mas há os descuidados e descuidadas, e aí Gente Boa…

    Conheço um bocado de mim mesmo, estudei um bocado sobre a fragilidade do SOMA ou corpo humano, e não seria eu – E PESSOAS COMO VOCË, E TAMBÉM MUNDO AFORA – a dar mau exemplo.

    Fique bem. Sorria, Todos Nós estamos sendo filmados, quiçá, também amados… hehe.
    Um abraço. Felicidades para a Família.
    Darlan M Cunha

    Curtido por 1 pessoa

  2. Sinto muito por você ter Covid. De acordo com o que diz, você pode se cuidar em casa. Minha nora e meu neto também foram infectados há um mês e superaram com apenas paracetamol y los cuidados necessários para vencer o vírus. Espero que você também se cuide e se recupere muito em breve. Um grande abraço e estou com você.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Estoy inmensamente feliz cuando leo sus mensajes aquí. Me estoy cuidando con descanso y reflexiones sobre el valor de la vida. También les deseo a todos sus seres queridos buena salud y paz. Abrazos, Cris.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Por isso, eu acho estranho qdo ouço lá no Brasil que tomaram isso e aquilo, qdo aqui não são dados esses medicamentos, vai só no paracetamol. Eu concordo, pq vírus não é bactéria para se tomar antibióticos.
    Conheço algumas estrangeiras com diploma superior tb nas limpezas e satisfeitas, dizem elas. Eu consegui escapar desse trabalho, não pq acho inferior, mas pq não gosto de limpar a minha própria casa. rsrsrsrsr Mas limpo-a. Eu estou muito feliz com o meu trabalho. No próximo mês serei acompanhada por um coach de língua. Tem sido já um grande aprendizado.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Confesso que soube tarde na vida que o funcionamento dos medicamentos é diferente nos casos de vírus e bactérias. Faz todo sentido, mas como boa brasileira que sou, ficava pedindo remédios toda hora, mesmo que no cotidiano sou adepta à medicina natural. Na hora da dor, esquecemos até alguns conceitos😊
    Bom ver sua animação e principalmente sua reviravolta, é inspirador. Fiquei curiosa para saber no que está trabalhando 😊 qualquer hora te chamo para um bate-papo. Ainda estou em reestruturação… Abraços.

    Curtido por 1 pessoa

  6. Lendo-te, fico sempre assustado, pois, sempre ouço relatos e leio textos de pessoas que tiveram Covid e, na maioria das vezes, dizem que não devemos brincar com este vírus. No momento, uma amiga que teve Covid 2 vezes, está internada com sintomas diversos há mais de 50 dias e os médicos não descobriram o que ela tem. Uma das suspeitas é que possa ser consequências da Covid.
    Te cuida! Abraço fraterno.

    Curtido por 1 pessoa

  7. Ainda vão entender que não é só uma “gripinha”, os casos de reinfecção estão sendo pouco falados, e ainda nem sabemos as consequências das vacinas e nos infectados à longo prazo… Mas, viver é um risco, e mais do que o corpo precisamos cuidar também do que nos movimenta.
    Minha filha também pegou, Estevam, dias antes de mim, mas graças à Deus ficou completamente assintomática e já negativou 🙏

    Curtido por 1 pessoa

  8. Continuemos a nos cuidar deste e de outros vírus, inclusive, e, talvez, mais ainda, dos humanos que causam danos maiores que muitos vírus.

    Curtir

  9. Cristileine… espero que esteja melhor e sem sequelas. Meu filhos, noras e genros também tiveram assintomáticos mas muitas pessoas próximas não tiveram a mesma sorte. Realmente não dá pra brincar com este vírus. Que Deus abençoe e proteja grandemente você e toda família agora e sempre minha amiga… muita saúde, paz e amor! Beijo no coração

    Curtido por 1 pessoa

  10. Recebi suas bênçãos todinhas e estendo à toda sua família também. É sempre bom contar com as pessoas que nos querem bem e impulsionam. Eu te agradeço Sandro Ernesto. Abraços.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s