Costela e constelação

Sim
Você nasceu da costela
De uma flor
Honre esse jardim
Sensível
E todos os brotos
Que nasceram
No ventre da Terra
Sentidos
Em propensão
Germinam
Ossos dentro da placenta
Dutos de leite na seiva humana
Sol, sopro e prana
À aflorar
Na foto síntese
Das eras
Se entrega
Em cada abrir de olhos
No amor
Nasce
O milagre
Da vida
Quem gera e gira
Os dias
Em cada
Solo
Da constelação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s