Flutuação.

Nuvens movimentam no céu
Não sei se elas vão
Ou se sou eu que vôo
Eu vou
Elas ficam
Eu flutuo
Elas permanecem

Se de criança eu brincava
De adivinhar suas formas
Agora são elas quem
brincam com as minhas
Eu sou céu
Elas têm corpo
Trocamos de espaço
Vivemos juntas
Uma de olho na outra
Seguimos girando
Na rotação gravitacional

Nuvens azuis
De cintilante luz
Nuvens cinzas
Derramam chuvas
Sobre mim
Eu em dor
Envio meu clamor
Em coro
Choro

A nuvem me engravidou
Dei-lhe um filho
E vou no vôo
Entre o azul e o cinza
Dei o nome de Tempo
Para essa criança
Que me ensina
Enquanto cresce
Eu aprendo
A viver
Na flutuação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s