Ossatura

Quando eu era criança tinha como vizinho o cemitério, vira e mexe ia lá com a minha mãe lavar os túmulos dos entes queridos, achava aquilo um carinho imenso!

Na adolescência, comecei fazer isso por conta própria, meio que virou uma tradição, entre o medo de assombração e aquele ato devocional, ia eu com rodo, vassoura, balde, panos e sabão.

Haviam túmulos antigos recém abertos para a retirada de ossos, quando isso acontecia era certo que a chegada de novos cadáveres estava próxima.

O que me intrigava é que o coveiro retirava os ossos, colocava numa sacola, depois os jogavam num túmulo com outras ossadas. “Vão ser incinerados”, dizia minha mãe. Cismada, pensei nos ensimesmados.


A imagem é muito equidistante na minha memória, mas a história não. Os ossos são as partes do corpo do ser humano mais resistentes, levam até seis anos para sumirem depois da morte.

Em vida, os ossos são primordiais, o esqueleto que nos dá estrutura para ficarmos em pé e nos movimentarmos; dentro dos ossos mora o tutano, uma substância mole e gordurosa cheia de nutrientes, com a qual se faz a sopa de ossos.

Eu odiava tomar esse caldo, minha tendência vegetariana vem desde a infância, mas compreendia a importância de se consumir o que vem do âmago.

Como a vida é osso, que os_satura!

Levei esse ensinamento para regiões ainda mais profundas do que a boca do fogão, do que a boca da cova, além da solução vista. Nossa, como esse tutano da anatomia sutil tem me alimentado!

Os aprendizados acumulados não ficam debaixo da terra porque são sementeiras.

Lavemos nossos túmulos.

Dica: pesquise sobre a Anatomia Sutil

5 comentários

    1. Esse era um costume constante lá pelas bandas de onde nasci, que está se perdendo… hoje em dia os túmulos são mais cuidados em dias de finados e fim do ano. O ser humano está cada vez mais ocupado com os saturamentos do que com as memórias ancestrais.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s