Ovação

Fiquei 14 dias sem poder caminhar no parque, quando sai do isolamento foi o primeiro lugar que me deu vontade de ir.

Rever as árvores, o lago, as aves, o gramado, as pessoas que por lá se exercitam, leem, brincam, fazem piqueniques, vivem em conexão.

Caminhar já virou uma rotina de hábito saudável, uma atividade que movimenta o corpo e preenche a mente de paisagens e paz.

Dessa vez a natureza me surpreendeu com um ovo no meio do caminho, ali flutuando na beira d’água.

Quem botou?  Quem chocará? Quem acompanhará a patacada até saberem voar?

Observei o quanto a comunidade  de patos e gansos cresceram nesses últimos dias. Conheci novas e diversas famílias com seus filhotes em penugens, um tanto desengonçados aprendendo as lições do nado, dos alimentos, do descanso e da fuga das crianças. Risos.

Tudo tão singelo!
Lembrei o tanto que a natureza é sábia e nos conduz, nesse mesmo lago que outrora foi congelado, agora flutuam ovos e criam aves.

Os patos identificam o momento certo de procriar, devem escutar o tilintar dos botões da primavera; reconhecem que o verão virá calorosamente aos seus filhotes; até que o outono complete suas penas para ultrapassar mais um inverno protegidos da intempéries do mundo.

Não sei se tenho valor maior que os dessas aves, também não me interesso saber, o que realmente quero conhecer é esse mistério que nos orienta. Estou em ovAção!

Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas?

Mateus 6:26

E, você? Me conta suas experiências de isolamento, ou, com os patos, ou, com o lago, e, porque não com os ovos?
Vide Clarice Lispector que fez um belíssimo conto “O ovo e a galinha”. Já leu?
Eu também já me arrisquei escrever alguns textos sobre ovos, pesquise aqui no blogue por: “O voo do ovo”, “Estrelar dos ovos “, “Ovos estrelados”.

1 comentário

  1. Por aqui, nos últimos anos, apareceu um pato amarelo em São Paulo que botou o estado de coisas que estamos vivendo. Pato da Fiesp. Espero que os filhotes nascidos dele sejam inférteis. Rsrrsrrrrsrs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s