Expressão com Poesia

Amados leitores,

informo que agora o nome deste blogue é Expressão com Poesia, depois de cinco anos mantendo com carinho o Depressão com Poesia resolvi mudar o nome e explico os porquês.

Há algum tempo percebi que a abordagem da minha escrita começou a se ampliar, tudo isso foi um processo natural. Normalmente me expresso por prosas e poesias e os textos acompanham os movimentos naturais da vida: regressão, expansão, evolução. 

A depressão

Segundo o DSM-5, a depressão é um grau de tristeza grave e persistente que pode interferir no  interesse e prazer de viver. O DSM é o “Manual Diagnóstico e Estatística de Saúde  Mental” reconhecido internacionalmente, existente desde 1952, está versão cinco. O  DSM é uma referência  para pesquisadores, cientistas, seguradoras de saúde, empresas farmacêuticas, políticas de saúde pública, clínicos (psquiatras, psicólogos, terapeutas). 

Cheguei na  blogosfera através da experiência com a depressão, a  “noite escura da alma”, escrevi sobre esse tema por um longo tempo, mas, depois vi que ficava limitada nos assuntos, que eu era uma pessoa que passou por isso, não uma especialista do tema.

No começo do blogue em 2017 tudo aqui foi pura catarse, estava procurando um meio de expressão. Com a tratamento da depressão (medicamentoso e terapêutico) e com o esforço pessoal para mudanças de hábitos fui melhorando. Fiquei 100% recuperada por um bom tempo, quero dizer, sem os antidepressivos, há três meses tive que voltar a tomá-los porque passo por um momento intenso de pressão psicológica.

A depressão é uma doença como outra qualquer, para doenças existem medicamentos e medidas preventivas, há casos que as pessoas precisam tratá-la a vida toda, e há casos de cura. 

Ressalto bem a palavra pressão, não me sinto mais com os sintomas profundos da depressão, a vitalidade (que é o oposto da depre) voltou em mim, hoje consigo distinguir o ser do estar.

A diferenca entre doença e transtorno

Você sabe qual é?

Vou tentar explicaar brevemente.

A doenca é a ‘ausência de saúde’ que prejudica o corpo e a mente, pode cessar ou não, ou seja, pode ser temporária, crônica ou fatal.

O transtorno atinge a mente e a psique, é um espectro da personalidade, não cessa, apenas há regulação e a minimização dos efeitos prejudiciais. Muitos transtornos não apresentam alterações corporais, só comportamentais e no humor.

Tanto na doença, quanto no transtorno, o tratamento dará resultado apenas quando a pessoa aceita e se empenha. 

Aliás, a primeira apresentação do meu blogue era a seguinte:

Finalmente assumi, tenho uma doença que não é facilmente visível e mensurável. Mas, é estrondosamente debilitante porque fica longe do saudável: afeta a saúde, apaga o amável. Dela vou descrever nos próximos 30 dias.

Lema do Dia de Depressiva

Passada a fase do tratamento inicial da depressão, comecei a ler, pesquisar, investigar e observar sobretudo o que era relativo à saúde mental. Cada descoberta eu vinha aqui dividir com vocês.

Isso sempre foi, e é, muito prazeroso para mim, especialmente porque é uma maneira de me expressar, como muitos leitores aqui sabem sou estrangeira e estar em contato com minha língua mãe me faz sentir em casa.

Fui tão a fundo nos estudos que comecei uma pós graduação em Psicologia Transpessoal, um ramo da psicologia que vai além dos estudos da saúde mental, bem como, considera os aspectos da saúde espiritual para o bem-estar dos homens. 

A poesia

Assim, automaticamente voltei para os braços da poesia, para mim a poesia é algo transcendental, é mais do que escrever palavras bonitas, é viver com o olhar poético buscando transformar a dor em arte, esse é o novo lema do blogue.

Quando escrevo poemas, sei que é a vida escrevendo em mim poesias que são universais e infinitas.

A beleza não vive só nas formas, mas também nas sensações, nas inspirações, nas intuicões e principalmente na dedicação em expressar sensibilidades, reflexões e esperança no caminho.

A poesia é uma dádiva que me trouxe de volta à escrita, à vida. Muitos me perguntam daonde veio esse amor poético, posso responder sem dúvida do âmago, da alma. Não venho de família letrada e nem abastada, meus estudos foram em escolas públicas do interior, a faculdade que fiz foi privada. Em contrapartida, venho de uma família que conhece e incentiva a generosidade e a empatia; sempre fui curiosa e persistente, bibliotecas, igrejas e natureza foram meus ambientes preferidos.

Esses dias li uma frase linda: a vida faz a vida! É assim mesmo. Hoje escrevo das sucessões de experiências que tive, boas e ruins, cada um de nós pode fazer isso com alguma arte que goste, isso é EXPRESSÃO.

Já não me preocupo mais com a gramática, com a perfeição, com as métricas, com os resultados e os reconhecimentos. Simplismente estou me permitindo ser, se vier algo por acréscimo será bem aceito e recebido. Hoje agradeço por gostar de viver e isso é tudo!

A mudança

Além de abrir o leque de assuntos, a mudança de nome também foi baseada nos conselhos de pessoas amadas.

Uns falaram para eu mudar por causa do estigma, isso não me preocupa tanto assim, mas, respeito. Outros comentaram sobre a lei da atração, que atraímos tudo o que colocamos energia, mas no meu caso estava mais focada na cura do que na doença. Alguns pontuaram que a depressão foi apenas uma fase na minha vida e que agora não fazia mais sentido eu manter esse nome. Também teve quem falou deixa como está, pois, o número de depressivos só cresce, seu blogue terá mais seguidores.

Essa é a segunda vez que troco o nome, comecei com o ‘Dia de Depressiva’, e meu objetivo era escrever apenas 30 dias. Lembra do primeiro lema que citei acima? Minha psicóloga na época salientou que nem todos os meus dias seriam assim e que eu podia ir mais longe. Fez todo o sentido e troquei o nome logo nos primeiros meses.

Agora aceitei esse novo desafio de me expressar mais livremente. Aprendi a falar pela escrita, a me expressar. Dessa vez foi mais difícil a mudança porque tenho apreço pelo que construí, tenho um público cativo, terei que mexer em toda configuração, faço tudo sozinha, fuçando mesmo.

O que há de novo?

Melhorei o setor de Menu nas seguintes Categorias:

  • Em Poesias e Prosas há também Poemas Sociais, Poesia e Meditação, Poesia Brasileira.
  • Em Depressão em Pauta continuam os depoimentos e Poemas sobre Depressão.
  • Em autopublicação meus ebooks: Flores cantam Poesias e As Pegadas do Jabuti.
  • Em Terapia Transpessoal compartilho meus conhecimentos da pós-graduação em psicologia. 

Acrescentei a aba pesquisar para o procura de temas específicos. Logo abaixo coloquei o tradutor para possibilitar a leitura em diversas línguas, testei com o alemão, capaz deu estudar o idioma por aqui, risos, o nome do blogue ficou “Ausdruck mit Poesie”. Atualizei a foto e a apresentação do blogue e do perfil. Fiquem tranquilos que o redirecionamento do antigo domínio para o novo será automático.

Daqui uns dias vou realizar uma pesquisa com vocês sobre tudo isso. Tenho muitos temas que gostaria de abordar, porém, o núcleo permanecerá o mesmo: prosa, poesia e caminhos para a saúde integral, do ser como um todo. Sugestões e criticas são bem vindas.

Agradeço imensamente por cada tempo de leitura que vocês passam aqui comigo, agradeço a interação, agradeço por essa oportunidade de desenvolvimento pessoal. Somos feitos pelo olhar do outro, fazemos o outro com o olhar, a vida é um piscar conjunto. Que nosso olhar seja  iluminado!

Abraços fraternos,

Cristileine Leão.

16 comentários

  1. A decir verdad no tenía idea de tu condición tal como lo expresas. Creo que es muy loable de tu parte tener la valentía de aceptar tu enfermedad y decir lo que haces para combatirla. Tengo poco tiempo de seguirte y solo me topado con tus poemas. Solo deseo que superes tus problemas y tu determinación de cambiar el contexto de blog, puede ser muy positivo. Soy muy nuevo en escribir poesía y lo dije en el poema “Llegue tarde a la Poesía” pero me ha servido como un bálsamo para mis horas inciertas. Cuando me encontré con tu entrado, el primer impacto que me lleve fue tu foto. Algo que no necesita descripción porque esta a la vista. Con todo respeto, el sustantivo «ángel» queda muy corto porque tu mirada robaron a los cielos su azul. Que tengas un feliz fin de semana Cristi.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Adoro ler suas poesias. Elas trazem tanta sensibilidade, que sempre me encantam Crislaine.
    Este teu olhar que👀 “é viver com o olhar poético buscando transformar a dor em arte, esse é o novo lema do blogue”…. supera muitos desafios.
    Conhecer melhor sobre você sempre me traz admiração. Continue firme minha amiga. Abraços

    Curtido por 2 pessoas

  3. Me emocionei muito com seu texto. tenho te acompanhado como leitor todo este tempo e continuarei , é claro. O tema é muito caro para mim que convivi com alguém que estava doente, e eu a amava muito e em nenhum momento a deixei sozinha e depois de uma longa estrada, essa pessoa está melhor, a ponto de seguir sem mim, mesmo quando eu ainda a amava, mas o mais importante é ela estar bem. Quis o destino que meu próximo relacionamento fosse com uma pessoa que tem o transtorno, mas também a doença. E eu só descobrir isso depois de um mês. O problema está em ela aceitar essa condição. E cá estava eu de novo cuidando, ajudando e até suportando (compreendendo melhor dizendo) as alterações de humor e tudo o que a depressão traz. É uma batalha diária, que vai sendo vencida. Mesmo que no meu caso a luz ainda esteja fraca.
    Fiquei muito emocionado por ver a sua mudança, que eu já notava em cada poesia, em cada texto. Fico extremamente feliz por isso. Obrigado sempre por compartilhar cada momento e por me ajudar sem saber (agora sabe).

    Curtido por 2 pessoas

  4. Eu tive o prazer de descobrir seu blog desde o início. A partir de então não mais arredei pé e olhos. Amei sua coragem para mudar… Muito mais que a mudança de nome do blog, intuo que q maior mudança está a acontecer em seu interior… Sem ou com depre, o que leio em seus versos e textos são introspecções de suas expressões…. Sigo-a com toda sua expressão de vida e poesia.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Dá para perceber que uma luz diferente foi penetrando aos poucos na sua escrita. Como reflexo dessa mudança interior, que o nome do blogue esteja de acordo com a alma! E que esse caminho de superação e poesias, continue a ser o caminho do equilibrio!🌞🍀

    Curtido por 2 pessoas

  6. Que bacana essa mudança no nome do blog, Cristileine, Expresse-se mesmo, expresse-se até engasgar de tanta experiência, de tanto conhecimento, de tanto lirismo. Flores.

    Curtido por 2 pessoas

  7. Querido Manoel, me alegro que hayas llegado aquí a mi blog en mi fase de poesía. Sin duda, ¡escribir es un bálsamo! Su poesía toca nuestro ser más profundo, la admiración es mutua. Que tengas una gran semana por delante, con los ojos puestos en la luna llena en Escorpio. Abrazos fraternales.

    Curtido por 1 pessoa

  8. Nossa! Confesso que também me emocionei com seu comentário. Fico grata por essa abertura. Sem dúvida o primeiro passo é a “aceitação”, falarei mais sobre isso nos próximos dias. Você me deu mil idéias. Reconheço que não é nada fácil para quem está do lado de alguma pessoa com depressão. Na época tive o apoio de meu parceiro, filhos, familiares e amigos, isso foi um diferencial para a recuperação. Por isso te parabenizo por essa disponibilidade, sensibilidade e respeito! Acontece um outro fato é que quando você melhora, as pessoas estavam acostumadas com a antiga versão, você fica um tanto estigmatizada, entende? Daí, alguns passam a não saber mais conviver com você… Enfim, toda escolha é uma renúncia, quando se escolhe lutar contra a depressão é certo que teremos muitos ganhos e algumas perdas… Hoje na vida pessoal tenho mais motivos de sofrimento que antes, mas, estou aprendendo me regular. Como você bem pontuou: é uma batalha diária. Uns lutam para “ganhar a vida”, outros lutam para não se perderem. Essa vitória sobre o humor, sobre a dor, e confiar na guiança é o que me mostra que viver é uma dádiva para se contemplar. Que bom que posso refletir isso tudo nos textos. A gente nunca sabe até aonde nossa energia alcança. A sua chegou aqui em boa hora. Muito obrigada 🙋🏽‍♀️

    Curtido por 1 pessoa

  9. Estevam, saiba que fico esperando você com a “Sabedoria do Amor” para me orientar, apoiar e até criticar. Sei que o que você escreve aqui e acolá é fidedigno. Te agradeço pela existência. Seguimos com a semeadura. Abraços fraternos 🙋🏽‍♀️

    Curtido por 1 pessoa

  10. Que assim seja🙏 a luz, a luz! Para ela não tem tempo e nem espaço, passa até através dos bits, é universal, recebo muito dessa luz vinda daí. Obrigada por tudo, Dulce. Forte abraço😉😘

    Curtido por 2 pessoas

  11. Flores daqui, flores daí, sempre flores, são elas que nos regam. Expressemos, Odonir. Expressemos!
    Abraços floridos com o som de Milton. Você me passou um susto hoje, risos. Fui logo pesquisar aí descobri que era o fim de turnê. Então, pensei porque se preocupar o Nascimento já é eterno.

    Curtido por 1 pessoa

  12. Não. Vai ser a última, a despedida. Veja o vídeo lá no canal dele. Está muito fraquinho, quase 80 anos, Cristileine.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s