Tecido nu

Quando tentamos vestir

Roupas que não são nossas

Roupas que não nos cabem

Roupas que nos sufocam

Somos naturalmente

Rasgados

Na flor da pele

Vemos

Que o avesso

Esse desconhecido

É tão lindo

Tecido

Nu




Infelizmente não guardei o nome dessa bela flor exótica que vi no Palmengarten Frankfurt, tipo de um jardim botânico com estufas de plantas das diversas regiões do mundo.



🎶Quando estiver com tudo
Lã, cetim, veludo
Espada e escudo
Sua consciência… Adormecerá

E acordará no mesmo lugar
Do ar até o arterial
No mesmo lar, no mesmo quintal
Da alma ao corpo material🎶

Música Mantra, Nando Reis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s